Encontro~Diálogo sobre Ecovila, Sustentabilidade e Espiritualidade

Posted on 07/27/2010

2


Parati, 2010

Parati. Junho 2010

A inquietude e a vontade de ação foram a união de um grupo de diversas famílias que tinham um mesmo sonho: Morar numa Ecovila, agindo socialmente, criando soluções diante dos desafios locais da Biorregião de Parati, interconectados globalmente ao respirar de Gaia. A experiência coletiva que nos foi aproximando aos poucos chegou da Escola Waldorf Quintal Mágico. Aos poucos, outras pessoas e famílias estão aparecendo.

Assim, decidimos começar estes encontros~diálogos sobre Ecovila, Sustentabilidade e Espiritualidade.

“Seja você mesmo, não tente ser como outra pessoa. São necessários todos os tipos para se fazer um mundo. Eu não quero que todos sejam iguais. Eu necessito de vocês diferentes uns dos outros, cada um fazendo seu trabalho específico, cumprindo sua tarefa, mas, ao mesmo tempo, se misturando perfeitamente ao todo. O fato de vocês serem todos diferentes não significa que haverá discórdia ou desarmonia. São necessários muitos instrumentos diferentes para se compor uma orquestra e cada um tem seu lugar específico no todo.
Caos e discórdia surgem quando um indivíduo resolve agir por seus próprios parâmetros, sem pensamentos ou consideração pelo todo. Quando seu coração está no lugar certo e você está vivendo e trabalhando em conjunto pelo bem do todo, somente o melhor poderá advir.
Portanto, pare de resistir e se entregue. Tudo que você tem a fazer é simplesmente ser, e deixar que as coisas aconteçam.”
Eileen Caddy”

No primeiro encontro se fez uma pequena presentação do  estudo de caso do curso Gaia Education: A Ecovila Mãos Verdes. Um estudo sobre a criação de uma Ecovila na Biorregião de Parati, RJ, Brasil. Depois fizemos uma roda de diálogo construtivo sobre nossas inquietudes, experiências e sonhos. Todo ao som do “xup-xup” da sopa que estava cozinhando, devagar.

A sopa do 1. Diálogo~Encontro: Ecovila, Sustentabilidade e Espiritualidade

O cheiro de sopa aos poucos foi entrando em nós, fazendo cosquinhas em nossas barrigas, mexendo com a vontade de agir, criatividade, fazendo crescer nosso sonho a cada “xup-xup…”

Ao redor da beleza e simplicidade de 3 pequenas rosas brancas, ainda mudinhas, crescendo devagar, a energia do grupo foi sincronizando-se. Com abertura, gentileza e escuta profunda, por parte de este grupo de 10 famílias, o dialogo foi construindo-se aos poucos.

A terra fértil foi semeada. Agora, o sonho da Ecovila forma parte de tod@s.

O encontro aconteceu com a linda sinfonia das crianças. O círculo se abriu às suas inquietudes, descobertas e relações, com o ambiente e energia do lugar, em relação a suas mães~pães e outros pais e mães ao mesmo tempo. Saindo da sua rotina e ordem cotidiano, elas, as crianças, são parte vital deste processo de partilha, troca e criação.

Agradecido a tod@as estas pequenas, doces e fortes notas musicais, que com seu “tempo” embelezaram esta bela paisagem de vida. Foram elas e vocês os autênticos ingredientes da sopa.

Parati, julho de 2010

Parati. Julho 2010

No segundo encontro vivenciamos uma dinâmica sobre os sonhos:  “O encontro de sonhos da Ecovila”. Esta dinâmica foi um mistura entre os conteúdos praticados no curso Gaia Education e as reuniões do sonhos do Instituto Caminho do Meio, do Lama Padma Samten.

Assim, começamos a sonhar juntos: Daqui a 10 anos como imaginamos esta Ecovila? E quais atividades imaginamos estar fazendo que nos seja gratificante e feliz? Vivenciamos que o sonho coletivo integrava toda a diversidade individual presente neste encontro. E abrangia, superando nossas aspirações individuais, familiares e formas de agir em comunidade.

Foi lindo descobrir nossos filhos já adolescentes cuidando das hortas, animais e colaborando na escola da ecovila. Da beleza das construções ecológicas que saem da oficina-escola comunitária. Da presença de vizinhos, alguns morando e outros realizando seus projetos sociais. Da solidariedade, energia, paz e tempo do lugar. Do centro de educação para a saúde e cura. Das reuniões entre pessoas com necessidades especiais, jovens e idosos participando de uma peça de teatro dos sentidos feita pelas pessoas idosas da comunidade. Das trocas, do banco do tempo, da moeda própria e orgulhosos do fundo de financiamento para pessoas necessitadas. De nossa governança, liderança compartilhada e os produtos auto-sustentáveis da comunidade. Cada um aprendendo e ensinando o que sabe. Um lugar onde o médico educa e o professor cura.

E depois, a seguinte pergunta foi: Como construir nossos sonhos? Surgiu a resposta: Vontade e capacitação, e ao mesmo tempo visita a terrenos de proprietários justos e com a mente aberta… vou lembrar neste espaço as palavras de outro proprietário de Petrópolis ex-fazendeiro e com visão de mundo “… Agora o que busco e estou plantando, são bons vizinhos!!”.

Uma pequena história:

Sobre a imagem do pintor Menezes de Sousa: Apreciado Sousa, agradecemos sua imagem inspiradora destes encontros sobre Ecovila~Sustentabilidade e Espiritualidade. Esta imagem foi encontrada por Alain, nosso filho. Alain tinha 5 meses quando nos encontrávamos dentro de uma loja~restaurante no Rio de Janeiro, bem conhecida. Ele começou a fazer sons e tentando puxar-me para ao lado, onde havia uns cartões postais. Olhando para ele vi que estava se fixando numa imagem toda colorida e alegre com vários personagens em plena atividade e felicidade. Era a imagem da Ecovila Mãos Verdes. O projeto da Ecovila estava recém escrito, somente faltava a imersão na Ecovila Findhorn da Escócia. Assim, levamos tod@s os cartões dessa imagem e desse Autor, Menezes de Sousa, para dar como presente a amigos e família. O que poderia ser melhor do que esta imagem que escolheu nosso filho sensível para explicar o que seria a Ecovila Mãos Verdes?

Senhor Menezes, na volta dessa viagem, encontramos o contato do seu marchant numa galeria virtual e escrevemos para ele. Sem resposta por enquanto. Desde então estamos tentando contato com você. Sabemos que esse dia chegará. Assim, um dia poderemos contar com uma de suas obras para que ela continue nos inspirando neste caminho da criação e construção da Ecovila.

Abraço de tod@ o grupo.

Marcado: